Pintura Mediúnica
No início de Julho de 2009 recebemos com muita alegria a médium Valdelice Salum, que há mais de 30 anos desenvolve o trabalho de Psicopictografia.

O fenômeno mediúnico mais conhecido como “Pintura Mediúnica” é um processo que permite a manifestação do plano espiritual através das mãos e dos pés de um médium.

Ela trabalha com vários artistas desencarnados que foram, no passado, entre eles: Cézanne, Matisse, Modigliani, Monet, Miró, Picasso, Portinari, Rembrandt, Renoir, Tarsila, Toulouse Lautrec, Van Gogh entre outros. Todos pintores famosos, voltando hoje para dar testemunho da imortalidade do espírito, dando uma prova mais do que necessária para os dias de hoje, de que a vida que vivemos hoje é uma apenas, dentre tantas que virão.

A apresentação que durou em torno de 4hs contou com a participação de aproximadamente 80 pessoas. Foram 7 quadros pintados através de Valdelice num clima de grande tranqüilidade, harmonia e emoção, onde foi possível sentir o amparo, carinho e o envolvimento da espiritualidade amiga presente no momento.

Uma médium presente ao evento foi convidada por Valdelice para realizar durante a reunião o trabalho de Psicografia de mensagens enviadas pelos mentores do plano espiritual. Foram entregues várias mensagens destinadas individualmente a alguns dos presentes e uma destinada a todos nós. Segue a transcrição:

Filhos do Pai! Aqui estamos juntos para a vida!
Precisamos do amor de todos vós para que possamos concretizar o que aqui viemos fazer: ajudar a todos, levar o consolo de Deus e o nosso amparo fraternal.
Não se dispersem pelo mundo que é irreal. O verdadeiro vem do Pai que nos cria a vida. A cada instante e junto do Seu Saber podemos realizar a nossa missão há muito compreendida por todos, mas não cumprida.
O mundo necessita de amor, fraternidade e caridade. Compreendamos o mundo. O que a mensagem de amor pede em clamor a Deus é por aqueles que desviamos o olhar, viramos o rosto, a mão que se fecha, o sorriso que não se esboça no rosto, os ouvidos que nossas mãos tampam … e a passos rápidos caminhamos, não vendo, não sentindo a dor, não vendo o clamor dos inocentes e dos enfermos que sofrem diante de nós.
Necessitamos de todos. De teus abraços, dos teus sorrisos, de tuas mãos. Elas que falam por nós através das cores. Aqueles que seguem, seguem o mundo, trabalhando nas tintas, procurando trazer a paz que o mundo precisa.
Façamos nossa parte e olhemos mais de perto a vida que chama por você. O teu irmão próximo, o distante, o que se foi, o teu amigo, dentro do teu lar, os teus mais caros. Com amor assim pelas vidas, que por elas damos a vida: os nossos familiares!
É tão simples afinal, como transpor tintas em lindas visões, notas em sinfonias, lírios em cores de paz, girassóis em sóis, mares em cores. Mesmo no naufrágio, diante de ti Pai, quero pedir por todos.
Ajoelho-me Pai para pedir por vós que me olha terno agora e sem o entender ora por mim neste instante. É por vocês que oramos, pedimos, suplicamos: pelas suas mentes, pela sua compreensão, para que o seu sentimento se transforme em luz, em paz e não em solidão. Façamos tudo, ante a mágoa, ante a lágrima, antes da desculpa, antes do perdão e antes que você faça a sua oração.
Irmãos, as palavras não podem ir ao outro, porque a oração é sentimento de fraternidade e imensa paz. Tenhamos a consciência de que temos um papel neste mundo e ele é lindo se soubermos realizar para o que aqui viemos fazer.
Sejamos pequenas sementes que caem em solos férteis, e crescem e desabrocham em flor, amor, paz e fraternidade.
Aqueles que ouviram as palavras com a alma, nosso eterno agradecimento de todo o nosso coração. Para sempre as cores, os sons a todos os filhos como eu, alguém único.
Pai, nosso Pai da Vida! A Ele pedimos e suplicamos por todos e por nós mesmos. Pedimos a próxima oportunidade de estarmos todos juntos novamente. A paz do Pai eternamente…..
Do amigo Vincent Van Gogh
(durante pintura do 2º quadro “Rosto de mulher de Renoir”)

Para saber mais sobre Psicopictografia e Valdelice Salum acesse Pintura Mediúnica